Sargos - Bom lote em dia de empate técnico

Por esta altura de férias de verão torna-se um pouco difícil encontar lugar na grande maioria dos pesqueiros que frequento. Como nesta jornada foi dormir até tarde e arrancar nas calmas sabiamos que seria um pouco difícil encontrar poiso portanto a ideia de uma boa jornada começou desde logo a ficar para segundo plano.
Como não tinhamos sardinha nem isco para pescar ainda ouve tempo para correr uns quantos supermercados e ver no qual era menos agressivo comprar algum tipo de isco de qualidade ao melhor preço possível. Isco arranjado e qualquer coisa para o petisco e já se aproximava a hora de almoço. Direitos ao primeiro pesqueiro e para além de já estar ocupado as águas também não inspiravam qualquer confiança com um tom barrento a prometer poucos resultados. Pensados outros locais e concluimos que nem valia a pena pensar nisso porque deviam estar superlotados àquela hora portanto sugeri ao Francisco ir a um pesqueiro que ele não conhecia pois assim ficaria a ter mais uma opção e com sorte estaria desocupado. Assim foi e chegados ao local pesqueiro vazio e as águas bem mais bonitas e muito oxigenadas. Como se trata de um pesqueiro perto da água aperta um bocado com o coração visto que quando chegámos o mar estava na casa dos 2 metros e com alguma força.
Comecei por pescar fora numa zona de cabeços submersos e mesmo sem engodo era impressionante a quantidade de bogas que por ali andavam. Ainda ferrei um sargo nessa zona que acabou por se desferrar mas tive que desistir tal não era a voracidade das bogas sobre o isco. Entretanto tanto eu como o Francisco começámos a atinar com os sargos mas a pescar a arriscar o que ainda me custou 2 bóias. Os sargos eram de bom tamanho e cheios de força o que acabou por proporcionar a ambos momentos bem interessantes já que como temos muitas pedras à nossa frante carregadas de perceves e mexilhão tirar bons exemplares por vezes requer calma e paciência porque é muito fácil que a força da rebentação contra as pedras marisqueiras parta o estralho. Infelizmente o mar caiu bastante e os sargos desapareceram e em contrapartida as bogas encostaram e foi meio caminho para arrumar e dar por terminada esta tarde que acabou por ser muito bem passada.
Realizámos 8 capturas cada um de sargos (16 sargos no total) todos eles de bom tamanho e ainda perdemos alguns, foi um empate técnico mas por momentos vi jeitos de ter que pagar o tex-mex.


As minhas capturas




As capturas do Francisco



Cumprimentos

Sérgio Tente
Classificação:

4 Fazer comentário:

Pedro Nunes disse...

Boas Sergio!
Mais uma vez a mostrares uma boa teca de Sargos de um bom tamanho...
Saude.

miguel palacio disse...

very good sea bream fishing mate¡¡ it has a great size¡¡

Sérgio Tente disse...

Boas Pedro,

Pelo dia que foi não nada mau. Tenho umas tecas porreiras para postar em breve que vais gostar de ver.

Abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Miguel,

Obrigado!

Abraço