Mais uns sargos à bóia

Num dia em que nem estava muito virado para ir à pesca acabei por decidir à ultima da hora fazer companhia ao Nuno e ir usufruir de mais um dia perto do mar e ao mesmo tempo tentar uns sargos.
Para ser franco as espectativas na minha optica eram fracas. Para além de estar bastante cançado fisica e psicológicamente não me agradava muito a previsão climatérica. Foi bem cedo que se arrancou com o objectivo de apanhar algum isco. Café para aquecer pois o frio era para homens de barba rija, arrancar, meia duzia de conversas pelo caminho e rapidamente lá estávamos a apanhar algum isco para a jornada. Já no pesqueiro acabei por confirmar que o vento prejudicava muito a pesca que pretendiamos fazer e ainda para mais o pesqueiro já estava ocupado o que nos fez escolher outra zona. O frio desse nem se fala e puxado a vento tornava-se bastante desagradável. O melhor mesmo era o mar que estava com uma boa cor e com umas vagas bem grandes que oxigenavam bem o pesqueiro.
Relativamente ao peixe em si lá ia aparecendo um de vez em quando e as capturas eram espaçadas dando a sensação de que não existiam cardumes e só "caçando aqui e ali" pelas pedras é que se ia conseguindo sentir algum peixe.
No meu caso capturei 17 sargos dos quais devolvi os mais pequenos apesar de terem medida e ainda perdi mais meia duzia a desferrar.
O melhor mesmo ainda foram os panados, os croquetes e as batatas fritas caseiras que o Nuno levou para o nosso almoço e que estavam de sonho e depois ainda me calhou um tex-mex e uma cola "à nariz"....bem bom!!

Aqui vos deixo a foto para a posteridade


A foto das capturas


O aspecto do mar na zona onde pescámos



Abraço
Sérgio Tente

Classificação:

10 Fazer comentário:

António Simões disse...

Boa pescaria Sergio. Tem uma ideia da temperatura da agua nesse momento, nessa zona?? Era util para mim essa informação pois estou a fazer uns graficos comparativos das aguas da Galiza e Norte e Sul de Portugal para um artigo a sair brevemente sobre o comportamento dos sargos na plataforma continental(até pareço um biologo a falar ou cientista, hehe, mas não sou de facto para pena minha de não me ter formado nessa área ou noutra qualquer por coisas da vida...)
Já agora de que altura estavam a pescar neste pesqueiro??
Esses sargos já estão ovados??Se sim qual o tamanho das ovas seu desenvolvimento e gordura acomulada. Agradeço toda e qualquer informação que me possa dispensar.

Abraço
António Simões

Sérgio Tente disse...

Boas António Simões,

Espero que os dados que lhe fornecer o possam ajudar então nesse seu trabalho.
A temperatura da água neste dia foi cerca de 12ºC. Em relação à altura pesqueiro/água onde foram apanhados cerca de 10 metros de altura.
Dos sargos capturados poucos deles tinham ovas e parece-me que alguns até já desovaram (em Novembro já havia sargos ovados portanto é muito provável que sim). Quanto a gordura acumulada isso nuns não lhes falta e outros estão muito magros sendo que neste caso parece-me que já desovaram ou nem desenvolvem ovas.
O que me parece é que os peixes mais pequenos, ou seja na casa das 400/500g muitos provavelmente nem desenvolvem ovas ou pelo menos há uma boa quantidade que não tem e os maiores de 700, 800, kilo e por aí em diante já é mais usual encontrar neles ovas.
Espero ter ajudado.

Abraço

MR disse...

è sempre bom por estas alturas ver umas pescarias de sargos, pois por cá nem podemos cheira-los lol

já deu uns sargotes jeitosos

Ab

Sérgio Tente disse...

Boas Miguel,

Compreendo-te.
Como sabes moro longe do mar e por vezes também tenho que fazer 400km de viagens para apanhar uns sargos e ás vezes gradar. Compreendo que a malta que mora perto do mar tenha alguma renitência em fazer km`s para ir à pesca mas farias concerteza muito menos km´s que eu e estarias à pesca aos sargos em zonas fora da PNSACV.
No meu caso que tenho possibilidade de o fazer e também muito gosto e sou capaz de agarrar em mim e ir pescar à Galiza ou ao Algarve por um dia. Vou pescando por todo o país e também já senti bem na pele as restrições à pesca na costa e para isso basta referenciar o quanto gostava de pescar no cabo espichel que ao contrário da situação do PNSACV se tornou numa Zona Interdita de Pesca Proibida o Ano Inteiro, agora imagina a malta de lá...

Grande abraço

PêJotaFixe disse...

Viva, Sérgio!
Pois.. Isto agora não apetece mesmo nada sair de casa para ir à pesca. Está cá uns "barbeiros"! AHAHAHAHAH Quanto aos Sargos, estou a ver que já vais dando com eles e que a sua bitola é bem boa. Cá por baixo tem que ser mesmo ao Sul porque a PM andam acirrados que nem cães! eheheheh À próxima vê lá se levas comida para o Nuno não passar fome. AHAHAHAHAH
Belo Achigã! Só agora é que consegui visualizar a foto...

Abraço e saudações piscatórias

Pedro Franco disse...

Muito bom.
Aqui pelo oeste é só Salemas(carradas), os sargos desapareceram todos. Melhores dias virão.
Abraços

Sérgio Tente disse...

Boas Paulo,

Epá os dias até tem estado bem porreiros depois de o sol aparecer até apetece mas de madrugada não está "para meninos".
Os sargos vou andando á procura deles e pelo meio de alguns "barretes" aparecem dias razoàveis. Como sabes ando carradas de km´s de um lado para o outro tal não é o gosto que tenho pela pesca.
O achigã era (e é pois foi devolvido como sempre fazemos) um exemplar lindo. Quando o agarrei fiquei maravilhado pela beleza do peixe. Espero apanhar algum deste lote este ano.

Abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Pedro,

Olha de facto não está muito fácil para estes lados mas não é totalmente verdade que os sargos tenham desaparecido totalmente, com mares grandes tem-se feito em locais específicos boas pescas de sargos e exemplares de bom porte.
Quanto a melhores dias sem duvida que virão ou pelo menos dias mais fáceis e mais certos.

Abraço

Ramón Montenegro disse...

Boa pesca Sergio y es que ahora por ahí, lo teneis dificil pues suelen bajar los sargos al estar el agua más fría, pero el que sabe, sabe. Un saludo, amigo.

Anónimo disse...

where i can buy cana tica tauros 6m?I am living in Croatia.
Thanks