Sargos à bóia ao amanhecer

Não vai fácil este Outono/Inverno assim como as condições que tem proporcionado para a pesca à bóia (pelo menos nas zonas que frequento habitualmente). Águas verdes e castanhas quando o norte o vento e a chuva apertam e por vezes demasiado lusas ou paradas quando o sul e o leste se mostram tempo demais. Certo é que para quem tem de se sujeitar apenas aos dias possíveis muitos são por esta altura os factores a ter em conta. Em primeiro lugar está mesmo o "ir à pesca" mesmo que por vezes já se saiba de antemão que o mais provável é ser apenas mais um bom dia de passeio na companhia da rapaziada. Depois não esquecer que no inverno os acessos aos pesqueiros obrigam a outros cuidados e portanto há que ser ponderado, racional e o mais cuidadoso possível. Isto tudo para introduzir aquilo que foi esta pesca. Devido às condições climatéricas deste dia decidimos fazer uma incursão específica a um daqueles pesqueiros que podemos denominar de tranquilos em termos de acesso mas bastante intranquilos em termos de "molhas" que muitas vezes são de alto a baixo. Sair de casa bem cedo, beber uma cafezada antes de nos fazermos à estrada e pelo caminho que é longo vai-se trocando algumas impressões de experiências antigas no local escolhido para este dia. Ainda de noite e já perto do pesqueiro começa a ficar a ideia de que o que o windguru nos dizia era já pouco credível. Fomos com ideias de pescar com 2 metros e estariam 1.3 metros a 1.5 metros neste dia. Com o dia a querer nascer torna-se também claro que as águas são bonitas mas algo lusas. Escolhemos ambos pesqueiros diferentes e a pesca inicia-se mesmo ao nascer do dia que coincide com o inicio da vazante de uma maré de pouca água e contra alguma espectativa nossa a primeira hora é de grande actividade com uma série de capturas seguidas no meu caso com 8 sargos seguidos em outros tantos lançamentos. Acabam por entrar alguns peixes de bom porte que na maioria partem nos perceves devido ao facto de a maré "meter pouca água" e principalmente porque nem eu nem o Nuno tinhamos levado fio para aquelas condições e estivemos sempre a pescar fino. Há ainda uma série considerável de capturas de pequenos sargotes que são devolvidos e bastante peixe a desferrar. Mal o sol começou a bater na água começámos a ver o fundo o que só não acontecia com mais regularidade porque perto do nosso pesqueiro estava a meter areia e turvava um pouco a zona mas a meio da manhã já estava feita a jornada e não nos podemos queixar pois o resultado final não foi nada mau.
Relativamente às minhas capturas deixo-vos aqui o resultado deste dia sendo que a pesca do Nuno foi também do mesmo nível mas infelizmente não dispomos de foto



Cumprimentos
Sérgio Tente
Classificação:

5 Fazer comentário:

Nuno Caçorino disse...

Bom ano Ségio!

O que interessa é ir e voltar mas se fôr com uns catataus na saca, então é bem melhor!! Belos sargos!
Abração

Nuno Caçorino

Sérgio Tente disse...

Boas Nuno,

Um bom ano também para ti a para a malta marafada!!

Grande abraço

PêJotaFixe disse...

Boas, Sérgio!
Pelos vistos, sempre há peixe ai por essas bandas! Caso o tempo permita... Tens ai um belo lote de Sargos!
Aqui por baixo, desde que virou a N/NW, também as águas ficaram escaldadas. Vento e chuva, aos montes, tem sido a tónica. Melhores dias virão, apesar do defeso...

Abraço e saudações piscatórias

Sérgio Tente disse...

Boas Paulo,

De facto encontram-se uns peixes mas tem que se palmilhar muito e andar á procura deles. Os peixes nesta altura não se fixam e andam em cardume e tão depressa estão hoje num pesqueiro como amanhã já não lá está nem um. É isto é que eu gosto na pesca. O tempo tem sido uma barbaridade e as águas normalmente andam feias mas quando assenta um pouco é de aproveitar. Esta semana promete qualquer coisa (ou não).
Aproveito também para te desejar um grande 2011.

Grande abraço

PêJotaFixe disse...

Sérgio,
Sei do que falas... Nos dias de hoje um bom pescador tem que ser polivalente também nos pesqueiros. Se ficas parado fazes-te velho. AHAHAHAH Nada como correr a costa tipo "salta pocinhas" ; ))

Abraço e saudações piscatórias