O Pescatuga vai dar início a um novo ciclo sobre "peixes do mundo"
Começando com uma espécie muito apreciada no Brasil;
TUCUNARÉ

Existem pelo menos 14 especies de tucunarés na Amazónia.
O tamanho (exemplares adultos podem medir 30cm ou mais de 1m de comprimento total), o colorido (pode ser amarelado, esverdeado, avermelhado, azulado, quase preto etc.), e a forma e numero de manchas (podem ser grandes, pretas e verticais; ou pintas brancas distribufdas regularmente pelo corpo e nadadeiras etc) variam bastante de espécie para espécie. Todos os tucunarés apresentam uma mancha redonda (ocelo) no pedúnculo caudal.


Espécies sedentárias, que vivem em lagos/lagoas (entram na mata inundada durante a cheia) e na boca e beira dos rios. Formam casais e constroem ninhos onde cuidam da prole. têm hábitos diurnos. Alimentam-se principalmente de peixes e camarões.
Perseguem a presa, ou seja, antes de iniciar o ataque, não desistem até conseguir capturá-las, o que os torna um dos peixes mais desportivos do Brasil.


Iscos: Iscas naturais (peixes e camarões) e artificiais. Praticamente todos os tipos de iscos artificiais podem atrair tucunarés, mas a pesca com plug de superffcie é a mais emocionante. Os tucunarés "explodem" na superffcie da água para capturar os peixinhos.

Dicas: Na pesca com artificiais deve-se procurar manter a amostra em movimento, porque o tucunaré pode investir 4 a 5 vezes antes de ser ferrado.
Classificação:

2 Fazer comentário:

amigosdobalde disse...

Excelente essa ideia de globalizar o Pescatuga!
Quem sabe não vamos um dia pescar um desses!
Abraço

Pedro batalha disse...

Olá, a ideia é mesmo essa, intercâmbio cultural e aprender e partilhar.
Obrigado pelo teu comentário e quem sabe um dia vamos lá...
abraço