Pesca ao sargo - Finalmente bom peixe

Como já tinha dito a muita rapaziada com quem tenho falado a ausência de temporais, mares brutos e "a partir" era mais um dos fatores que tem andado a fazer o peixe grande não aparecer com regularidade. Como houve muita fartura de alimento este ano nomeadamente de pilado muito do peixe anda afastado da costa. É obvio que também estamos a falar de um ano atípico tal qual o ano passado em que o peixe andava por todo o lado com todas e qualquer condições de mar. Este ano provavelmente não aquecerá muito em termos de capturas de qualquer forma acho que até final do ano quem estiver com vontade de enfrentar dias duros ainda poderá ter algumas boas surpresas.
Escolhi um dia de viragem de tempo com mar na casa dos 3 metros e maré de amplitude grande (3.70 m.c.) e fui à procura deles. Claro que sozinho é sempre mais chato ir à pesca mas por outro lado é mais fácil inventar e seguir a nossa crença. As condições que encontrei eram um misto de águas lindas, azulonas oxigenadas mas com sets de vagas muito grandes que tornavama a pesca à bóia quase impossível. O mar rebentadão fez-me acreditar que num local já há muito pensado com estas condições seria um bom dia para tira-teimas.
Falésia descida, montagem preparada e nos primeiros 10 lançamentos meia duzia de capturas de sargos palmeiros.."Mau mas nem com um mar destes aparece um peixe maior", foi logo este o meu pensamento. Desmoralizei um pouco confesso mas depressa me passou. No mesmo local das capturas anteriores um toque de bóia ao fundo, ferragem e pelo facto de os peixes anteriores serem pequenos tinha o carreto travado, arranca um peixe grande que na escoa forte nem tempo me deu para reagir, animou pois claro e na presença de bons exemplares iscadas a condizer. Volto a ferrar outro sargo grande numa zona de caneiro fundo mas desta vez depois de alguma luta não o consigo fazer passar por cima de um lajão e numa vaga grande parte. Começo a pensar que afinal poderá ainda tornar-se numa boa jornada de pesca mas as coisas estão um bocado embruxadas. Falta treino com os peixes grandes pensei eu cá para mim. Mudo o estralho, aumento o seu tamanho e dou mais liberdade ao isco calibrando de forma a que o sargo velho possa comer mais tranquilamente sem desconfiar. Tenho a sorte de no lançamento seguinte de imediato passar o isco dentro do caneiro que não tem mais de 1 metros de largura e voltar a conseguir ferrar um bom sargo que nas calmas deixei passear e fazer quase tudo o que lhe apeteceu, depois foi metê-lo a seco e içar aquele que foi o maior do dia com 1.400g. Resumiu-se o resto da jornada a esta metodologia e foram aparecendo alguns bons exemplares com algumas sarguetas pelo meio que mesmo com iscadas enormes de vez em quanso lá se penduravam no anzol. Foram 8 os sargos que partiram ou desferraram salientando um desses exemplares que tive aos pés depois de uma luta fantástica e de o ter passado por um local quase impossível acabou com encovar quando já me preparava para o içar.....já rendido à tona de água estou convencido ser um exemplar na casa do 1.700g, negro que no ultimo folego acabou por ser um vencedor justo. Devolvi cerca de 15 sargos palmotes e quanto aos que guardei 8 sargos e 1 safia totalizaram 7kg o que para os dias que correm não foi nada mas mesmo nada mau. Bendito mar grande que tanta falta fazia.
Foi a estreia da Tica Taurus FLX 6m a içar peixe grande e com sempre "aquela cana de sonho". A vara é igual ao modelo anterior mas com acabamentos de mais qualidade. Mais do mesmo...mantem-se a qualidade e o pescador agradece.

Aqui fica a foto dos 2 maiores exemplares (1.4kg e 1.3kg)
 


O Total desta jornada (9 peixes, 7kg)
 


Cumprimentos
Sérgio Tente
 
 
Classificação:

13 Fazer comentário:

Nuno Caçorino disse...

Grande Sérgio,

Andas em altas amigo !

Assim é que bonito... ver essas capturas dignas de registo .

Abraço .

NC

Ricardo Marques disse...

Boas Sérgio,

quem sabe nunca esquece já diz o velho ditado...
Quando não te apetecer ir sozinho diz qualquer coisa porque eu também tenho um horário flexível.

Um abraço e boas pescarias
Ricardo

Alexandre disse...

Boas Sérgio!
lindos sargos, parabéns.
abraço

Sergio Fernandes disse...

Ola Sergio
já deu para fazer o gosto ao dedo
com bom peixe para levar para casa
abraço

Joao Santana disse...

Muitos parabéns Sergio, já estava a precisar de ver esses papudos cá fora para ganhar alento e coragem para ir tentar a minha sorte, obrigado, abraço e continuação de grandes pescas....

Pedro Franco disse...

Boas Sergio,
Parabéns pela boa pescaria, grandes matateus, amigo essa pesca com pião tem muito bons resultados no que toca a bons exemplares, eu agora ando a tirar o curso nesse tipo de arte, vamos ver com que nota termino!!!
Abraços e grandes sargalhadas

Sérgio Tente disse...

Boas Nuno,

Bem isto este ano não dá para andar em altas que depois de uma boa pesca quase sempre vem um "barrete" a condizer. De facto estas capturas merecem registo principalmente porque este ano não apareceram muitos deste lote!

Grande abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Ricardo,

Ok, ja tenho o teu numero e em breve dou-te um toque.

Abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Alexandre,

Obrigado!

Abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Sérgio,

Sim deu para fazer lembrar bons velhos tempos. Não tem aparecido muito peixe deste lote é um facto.

Abraço

Sérgio Tente disse...

Boas João,

Sim só por teimosia e agora com o tempo mais duro é que se pode ter algumas boas surpresas. Até ao fim do ano à que apertar com eles.

Abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Pedro,

Força aí com o treino! Estes mares grandes são o ideal para treinar ;)

Abraço

Manuel disse...

Boas Sérgio,

Os matateus ai encostaram bem, assim dá gosto e venham mais desses...

Abraço