Sargos - Duas jornadas solitátias

Apesar de ainda sermos alguns aqui no pescatugateam nem sempre se consegue conciliar a disponibilidade entre nós o que por vezes proporciona jornadas "a solo".
Pessoalmente prefiro companhia até porque é sempre mais seguro e menos chato mas se a vontade e o vício apertam então só ou acompanhado "bora lá".
Esta partilha que vou fazer refere-se a duas dessas jornadas em que fui sozinho.
Como sabem a minha pesca preferida é a pesca ao sargo à bóia maioritáriamente com bóia tipo pião e foi com esta técnica que realizei as pescas que à frente irei relatar.


Relativamente à primeira jornada ela foi feita numa maré ao final do dia. Arranquei depois de almoço para aproveitar a maré que seria por volta das 16 horas num dia em que se previa mar muito pequeno mas a crescer muito ao final do dia. Quando cheguei ao pesqueiro os locais onde costumo pescar estavam repletos de pescadores submarinos o que desde logo me deu vontade de voltar de imediato para casa. A minha sorte foi que à hora da maré o mar virou e a debandada foi geral. Na primeira hora de maré a vazar mesmo com o pesqueiro escaldado pelos sargos mortos o que é certo é que o mar grande trouxe com ele algum peixe e peixe grande. Em 3 horas de vazante deu para capturar 16 sargos e perder mais uns quantos alguns deles quileirões. Daí para a frentre e com a maré a perder água e o mar a crescer muito tornou-se impossível continuar a jornada que pode ser considerada bastante agradável dadas as circunstâncias.



Estas foram as capturas da 1ª jornada com alguns exemplares de bom tamanho






Na segunda jornada que aqui vos relato a história foi bem diferente. Arranquei de madrugada para ir apanhar algum isco e estar no pesqueiro bem cedo pois a maré era logo ao raiar do dia. No pesqueiro as condições eram excelentes, não havia vento, nevoeiro bastante cerrado para tapar o dia claro e sem nuvens, um mar de sonho grande e bem oxigenado e toca a pescar. Nesta caso e contráriamente à jornada anterior o engodo é que fez a pesca. Como já sabia o funcionamento deste pesqueiro sei exactamente o sítio onde o peixe pica e com ajuda do engodo cada vez que a bóia caía no local certo também certo era que um peixe lá ficava. Muito peixe pequeno mas ainda deu para aproveitar uns quantos sargos bons. Guardei 12 mas terei capturado perto de 30 o que mais uma vez me deixa feliz pois acho que existe muita criação que sendo respeitada pelos pescadores pode proporcionar um futuro risonho. O problema foi no final depois de ter andado uma caminhada daquelas ainda fazer 130km até casa sozinho e cheio de sono a parar de apiadeiro em apiadeiro para beber café e lavar a cara mas cheguei bem e ainda a horas de almoçar.


Estas são as capturas da segunda jornada




Material Utilizado:
Tica Taurus 6m
Carreto shimano tp6000fb
Bóia tipo pião
Fluorocarbono


Abraço
Sérgio Tente
Classificação:

12 Fazer comentário:

Pedro Nunes disse...

Boas Sergio!
Umas pescarias um pouco parecidas com as minhas, muitas vezes sozinho, devolver peixe pekeno e fazer 130km p chegar a casa... a diferença é k eu ñ pesco a boia...
Bons sargos Sergio.
Saude.

PêJotaFixe disse...

Viva, Sérgio!
Fossem todos assim e teriamos sempre peixe. O problema são as mentalidades "pequeninas"... Tenho um filho pequeno, frigideira pequena, forno pequeno, etc... Enfim... De qualquer das formas é sempre bom vermos uns bons Matateus porque são esses que fazem a diferença no peixe e no pescador ; ))
Eles vão subindo! AHAHAHAHAH

Abraço e saudações piscatórias

Hugo Baião disse...

Boa malha, belos sarguinhos...continua a dar lhe..

Abraço

http://diasdefaina.blogspot.com/

Filipe Cintra disse...

Estes gajos é sempre a bombar!!! Chibos, Grades, Zerada nunca vos calha?!?!!?

Os Pescas disse...

Oi Sérgio

Realmente ir para a pesca sozinho tb não é mt do meu agrado,mas ás vezes se queremos lá ir tem de ser assim.Bons relatos e boas tecas de Sargos.
Um abraço,
Pedro ( PJPescador )

Sérgio Tente disse...

Boas Pedro,

Partilhamos então o memo gosto muitas vezes com algum sacrifício :)!!

Grande abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Paulo,

Continua a ver-se muito o "tudo pó saco", muitas vezes por parte de pessoas que não tem necessidade nenhuma de ter tais atitudes porque até apanham uns peixes bons mas ainda não atingiram a importancia de devolver peixe. Pensam que o mar é uma mina sem fundo e que vai ter sempre peixe seja como for.
Eles lá vão subindo e quando não sobem muito desço eu um bocado :)!!

Grande abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Hugo,

Obrigado!

Abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Filipe,

Uma das coisas que me faz não ter grandes grades é morar longe dos locais onde pesco e assim sendo escolho entre muitas zonas qual será a mais provável de dar uns peixes. Quando se mora junto ao mar é muito mais improvável que se vá para outras zonas.
Pescas fracas claro que também acontecem mas grades já não me recordo da ultima no que toca aos sargos. No spinning aos robalos já é ao contrário as grades são tantas que quase não me lembro do ultimo robalo que apanhei :)))!

Grande abraço

Sérgio Tente disse...

Boas Pedro,

Sozinho não tem tanto interesse e apenas uma vantagem, é que estamos muito mais concentrados no que estamos a fazer e por vezes isso fgaz a diferença no resultado final da pesca.

Abraço

Anónimo disse...

Boas Sérgio!!!
Olha como não consegui outra maneira de te/vos contactar pois não tenho o vosso mail deixo aqui esta mensagem. Este Domingo andaram aqui pelos meus quintais, tu, o Pedro e o Kiko. Eu ainda estive para descer para vos cumprimentar, mas como a subida custa arrependi-me. Eu estive mais um amigo meu na pedra avançada á vossa direita e fui me embora por volta das 10h.
Então, vocês safaram-se?!
Vi que já tinhas alguns sargos (2 ou 3 pelo menos) jeitosos!!!
O Pedro foi á mama das douradas lá para a frente?! Aquele canto costuma dar algumas.
Nós apanhámos pouca coisa, eu 5 sargos e o meu colega 4, o mar estava um bocadito parado de mais, na sexta esteve melhor foi pena só ter podido pescar 2 horas, apanhei 6 mas todos já bonzinhos.

Ivo Castro (Headfisher)

Sérgio Tente disse...

Boas Ivo,

Pois compreendo que não tenhas descido.
Foi fraco com pouco peixe e apenas alguns exemplares de bom porte.
Os pesqueiros estão em mudança muito acentuado no que toca às areias e isso nem sempre é muito bom para os sargos.
Nesse dia que nos viste também me pareceu seres tu. O teu spot é um bom pesqueiro mas gosto dele com mar grande e com mar grande sabes que o coração lá aperta.
Para a proxima manda um berro ou acena.
Continuação de boas pescas e até um dia destes.

Abraço