Projecto Biomares (algumas conclusões).

Nestes últimos anos temos assistido um pouco por toda a costa, à criação de novas regras em zonas protegidas.
O Cabo Espichel situado no parque natural de Arrábida é um desses exemplos.
Já aqui foram publicados artigos com alguma informação, sobre os estudos e projectos que se realizam nesta área e que podem ser consultados aqui e aqui.
Pode aqui fazer o download do mapa Postal com Informação sobre regras de utilização e actividades, pesca desportiva, zonamento, etc.
O projecto BIOMARES nasceu da ideia de ajudar a preservar e a recuperar a biodiversidade do Parque Marinho Luiz Saldanha
Este importante parque marinho português está implementado numa zona considerada um “hotspot” de biodiversidade marinha.

Passado algum tempo do inicio deste projecto, já se podem tirar conclusões muito significativas dos estudos efectuados.
Desde o seu início em 2007, já foram encontradas 220 novas espécies entre peixes, crustáceos, poliquetas, bivalves e equinodermes, elevando para 1320 o nº de espécies registadas no local.
Aqui ficam para download os relatórios até agora efectuados.
Para consultar todo este projecto e toda a informação disponível pode aceder ao site oficial em Projecto Biomares
Nota:Algum do texto e fotos, aqui publicados foram retirados em excertos ou na integra do site  Projecto Biomares.
Classificação:

1 Fazer comentário:

António Simões disse...

Caro Pedro,

Ainda não li os relatórios, mas a dedução é facil. Só com zonas integrais protegidas,com proibição para a pesca ludica e profissional, é que é possivel a regeneração e o futuro.Isso já faz a Nova Zelandia há trinta anos e agora, profissionais e ludicos estão agradecidos porque o efeito expansionista e deriva das especies vindas das reservas criou riqueza e peixe para quem quer pescar fora delas. Ainda não percebi porque é que as Berlengas ainda não são integrais como as ilhas Cies e Ons aqui na Galiza!Tantos exemplos, falta a coragem politica e economica.O barulho que fizeram na Arrabida!!!As bandeiras pretas etc etc etc.Se vierem ao Norte um dia vão ver a desertificação, os stocks rebentados, a ria de Aveiro que devia ser um berçario, integral, protegida, é uma lixeira poluida,assoreada e completamente desvastada nos seus stocks de bivaldes,etc etc. É uma vergonha,por isso já nem utilizo e pago a licença de pesca.Prefiro paga-la aos Espanhois que merecem, pelo que ainda protegem e conservam, não incluindo aqui os ainda barbaros que são corridos de lá para virem matar á bomba o que ainda temos por aqui.Até gozam com os n/meios de vigilancia.Bem agora temos os submarinos, pode ser que lhes deem algum uso, hehe.


Cumprimentos
António Simões