Achigãs de Maio

O nosso Portugal tem lugares de sonho, verdadeiros paraísos escondidos ou pouco explorados ainda com grande potencial para a pesca.
Com as fortes chuvadas deste inverno rigoroso as barragens estão cheias e proporcionaram boas condições de desova aos Achigãns.



Este é um desses locais que deixo incógnito, não me levem a mal, mas continuo a assistir a grandes  atrocidades por parte de alguns "colegas" deste desporto.
O final do defeso é uma verdadeira chacina, todos aguardam pelo dia de abertura, e muitos continuam a saquear tudo o que mexe tenha ou não medida legal.
É triste quando fazemos 300klm ou mais, para gozarmos uma manhã ou tarde de pesca e assistimos a situações destas impunemente, sem fiscalização ou controle por parte das autoridades.
Bem mas falemos então desse dia....a manhã esteve linda sem vento, com as águas calmas mas ainda um pouco turvas.
Os peixes mostraram estar activos e dispostos a atacar todo o tipo de artificiais, começando com poppers ao romper do dia proporcionando ataques brutais à superfície e alternando com vinis e crankes.
Aqui ficam algumas das capturas, com popper damiki Milo:

Com popper da hart:
 
Com a creatura do Gary Yamamoto:
Crank do Mário Barros:
Com um Crank Salmo:
Com o passar das horas o tempo alterou por completo, o vento forte e frio, fez com que as condições se alterassem.
Mesmo com o Kayak ancorado a pesca tornou-se difícil e desconfortável, com os peixes sem actividade.
Foram os tais 300klm. de viagem para uma manhã de pesca, que apesar da distancia valeu pela envolvência do local e capturas.
Todos os peixes foram libertados em perfeitas condições, para que um dia mais tarde, possam dar mais alegrias e momentos fantásticos.
Abraço
Pedro Batalha
Classificação:

10 Fazer comentário:

Ricardo disse...

Boas Pedro,
sem duvidas que post após post continuas a demonstrar que és um grande Pescador. Seja no mar ou nas aguas interiores. Seja a nível de experiencia com a nível de mentalidade. Continua assim Pedro. És um exemplo a seguir.
Em relação a devolução de peixes fora da medida, pessoalmente tenho os devolvido todos, a não ser que estejam embuchados ou feridos. Alias, nem me da gozo levar peixe desse tamanho para casa. Temos que preservar agora os nossos recursos para darmos um futuro a este nosso lazer e paixão.
Um abraço e continuação de umas boas férias e pescarias

Paulo Lourenço disse...

grande batalha, a sacar uns achigâs em pleno sossego..lindas as fotos com locais maravilhosos.. abraço

MR disse...

Boas Pedro

Bela jornada aos achigãs

Boa malha.

P.S. reparei que tens o meu blog em destaque, tks

Ab

Sargollini disse...

Grande Pedrito :)

Mais um relato "daqueles" :)

FABULOSO

Um abração
Sérgio

Jose disse...

Noraboa polas capturas Pedro e tamén polo comportamento deportivo.
A única maneira de seguir disfrutando de peixes cada vez máis grandes, é devolve´los peixes para que nos brinden maiores satisfaccións no futuro.
Unha xornada moi completa sen dúbida nun lugar que espero non sufra a depredación humana en exceso.
Saúdos.

Pedro batalha disse...

Boas Ricardo
Obrigado pelos elogios.
Felizmente já há muitos que devolvem para mais tarde voltar a pescar.
Espero que as mentalidades sofram alguma transformação com a entrada de novos pescadores de mais tenra idade.
Parece-me que tem tudo a ver com gerações.
A meu ver a geração da Pardelha ou Verdemã, dos 50 para cima tem enraizado trazer todos os peixes quer seja para mostrar ou comer fritinhos com arroz de tomate.
Nós estamos noutra "onda" mais desportiva e de tentar perceber o porquê das coisas.
Assim espero.....

Abarço

Pedro batalha disse...

Boas Paulo
Podes crer amigo, no sossego, são momentos inesquecíveis.
Ouvir e interligar mo nos com a natureza, e sentir o que ela tem para nos transmitir.

Abraço

Pedro batalha disse...

Boas Miguel
Thanks
Tenho em destaque apenas os blogs que têm dado mais visitas ao pescatuga e aqueles que eu acho detentores de qualidade.
Abraço

Pedro batalha disse...

Boas Sérgio
Obrigado pelo comentário.

Pedro batalha disse...

Holla José
Todavía hay lugares con poca presión de pesca, algunos de estos buenos asientos están reservados por los dueños de la tierra no sólo amigos y peces.
Este no es el caso, que siempre ha respondido con buen pescado, el turismo tiene mucho del fin de semana, pero curiosamente no se ve mucha gente de pesca.
Y así espero que continúe así, vuelvo allí en junio, con las aguas más cálidas esperar algunas capturas más grandes.