Pesca ao sargo - Dia a pedir dedicação

À imagem do ano passado as pescas ao sargo continuam intermitentes com o peixe a falhar e com pescas relativamente fracas. Porem tem aparecido algum sargo mas confesso que como tenho andado entretido com a maluqueira do spining nem me tenho esforçado muito por ir procurar a sério onde os sargos andam mais concentrados. Tenho encontrado por esses pesqueiros fora muitos pescadores que aderiram à bóia e ao pião mas que na grande maioria não interpreta bem aquilo que está a fazer. É certo que a pesca com pião é versátil e proporciona opções diversas mas desenganem-se aqueles que pensam que apanha peixe sozinha ou muito menos que faz milagres.
Eu pessoalmente vou aprendendo a cada pesca que vou fazendo e a cada jornada descubro coisas novas e diferentes abordagens. Este ano adoptei novas formas de pescar ao pião e não menos importante comecei a apostar em iscos diferentes tentando adequar os pesqueiros ao melhor isco (acreditem que faz toda a diferença).
Nesta jornada que fiz com o Nuno realizámos um numero bastante razoável de capturas com muito sargo pequeno a aparecer e que foi sendo devolvido. No pesqueiro que escolhi tive que abortar a minha jornada já que a fuçanguisse da pesca e a febre do peixe porco monopolizaram o local autenticamente como se estivéssemos no tempo do faroeste. Mudei de pesqueiro e juntei.me ao Nuno. Fomos fazendo pesqueiro e adequando as montagens à engodagem e à maré. O resultado foi uma pesca razoável mas que deu muito trabalhinho pois o peixe pedia paciência, dedicação e ferragem....biqueirinhos que estavam que foram raras as picadas que levaram a bóia ao fundo ;)
Em jeito de desabafo confesso que a cada dia tenho menos vontade de partilhar e de fazer relatos porque a cada dia que passa mais vão aparecendo atitudes tristes e de completa falta de civismo e bom censo......enfim.


Cumprimentos
Sérgio Tente
Classificação:

2 Fazer comentário:

Francisco Belo disse...

Bom dia Sérgio!!
Realmente eu fui um dos que aderiram à pesca do pião à algum tempo. E já segui algumas indicações dadas aqui em relatos anteriores.Com alguns resultados positivos.
E também tenho verificado que os sargos andam muito intermitentes.
Quanto às atitudes tristes e de completa falta de civismo e bom censo, acredito que por vezes seja desmotivador de fazer qualquer relato que seja.
Como diz o velho ditado " os cães ladram e a caravana passa" é deixa-los falar e seguir em frente. Talvez seja alguma dor de não conseguir fazer algumas pescas em condições...
Força aí no pião e nas amostras :)

Pedro Franco disse...

Boas sérgio,
com de dicação e muita sabedoria lá conseguiram compor a pesca com uns sargos bem bons, isto este ano vai deveras complicado.
Parabéns e um abraço