Pesca de Douradas em Agosto

Boas amigos
Por fim o regresso de uma pesca engraçada, e que me deu muita alegria... finalmente umas Douradas para aguçar a vontade de regressar.
Não têm sido como já antes foi referido as idas à pesca, o trabalho a família e as condicionantes da vida não têm proporcionado muitas saídas.
Com o mar batido e de côr azulão optimo para Sargos, não se sentia, nem se via virar peixe algum a mariscar.
Como noutras ocasiões e em vários pesqueiros, a falta de Sargos não era sinónimo de falta generalista de outras espécies.
Viam se cardumes de Tainhas que se movimentavam pela superficie, com peixes agulhas pelo meio, Bogas e algumas Safias que destruíam as iscadas e pelo meio muitas picadas falhadas.
Com Gamba congelada as Bogas não davam tempo sequer para o isco bater no fundo, com Caranguejo partido as Safias roubavam as iscadas.
Era tempo de parar, descansar, comer uma sandes e retomar mais tarde.
Já na fase de vazante nova tentativa, 1º lançamento...picada falhada, 2 lançamento Dourada ferrada.
Infelizmente as Douradas eram de pequeno porte com o peso a rondar o 1,200kg, como não quis mudar de anzol, ( acho que optei mal ) falhei mais algumas picadas.
Desferrei 4 e consegui 3 exemplares o maior com mais de 2kgs.
Podia ter sido um daqueles dias que já não acontecem muitos, com uma pesca de uma dezena de Douradas à bóia em pleno mar aberto a pescar na rebentação.
Agora é tempo de preparar tudo ao pormenor para que da próxima o resultado seja ainda melhor.
A pesca foi feita com Caranguejo, iscado num anzol Hayabusa nº14 com fio 0,28 Asso fluocarbono coated, cana Barros Cabo Mondego e Bóia de 30grs.
Abraço
Pedro Batalha



Classificação:

4 Fazer comentário:

Manuel Oliveira disse...

É daqueles momentos para mais tarde recordar, pois infelizmente isto anda díficil... Pelo menos para os meus lados!

Abraço

Anónimo disse...

Eh ganda Batalha!

Deste com elas...
Para a próxima serão maiores, se bem que o teu maior exemplar já tem um porte bastante digno!

Um abraço e continuação de boas pescarias!
Miguel Bernardo

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Os Pescas disse...



Boas Pedro..:-) Parabéns pelas lindas douradas capturadas. Hoje em dia é raro ter um dia como o que tu tiveste, pode ser que elas encostem outra vez e possas tirar aquelas que lá ficaram..hehehe.
Um abraço

Luís Malabar